Defesa da ditadura
PCdoB faz propaganda gratuita para a direita golpista. Depois de agradecer ao golpista STF, apresenta a Polícia Federal como Guardiã da Constituição
polícia federal
Polícia Federal foi uma importante engrenagem do golpe em 2016. | Foto: reprodução
polícia federal
Polícia Federal foi uma importante engrenagem do golpe em 2016. | Foto: reprodução

A prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL/RJ) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) vem deixando a esquerda pequeno burguesa sem nenhum rumo e mostrando que ela não tem princípios a seguir. As redes sociais oficiais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) vêm propagandeando e tratando os juízes do STF como defensores da democracia e da luta contra o fascismo, e agora também aponta a famigerada Polícia Federal como uma defensora da Constituição e contra a extrema direita golpista.

Uma charge publicada nas redes sociais do PCdoB chamou a atenção porque mostra o deputado Daniel Silveira pisando, cuspindo e jogando no chão o livro da Constituição Federal e após isso um policial da PF prendendo-o devido a atacar a Constituição e depois abraçando-a em sua defesa.

A charge é uma clara defesa da Polícia Federal, uma das instituições mais golpistas e que mais perseguem os trabalhadores do País e está intimamente ligada à direita brasileira.

A Polícia Federal tem uma história de golpes e crimes desde que foi criada. Sempre foi utilizada como instrumento para reprimir e perseguir a população e suas organizações, em particular no período do Regime Militar. Contribuiu muito na repressão aos trabalhadores durante esse período e participação ativa no tenebroso DOI-CODI (Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna), órgão responsável por torturar e matar opositores durante os anos de chumbo. Também tinha profundas relações com os serviços de inteligência dos Estados Unidos da América e chegou a ser financiado pela Agência Central de Inteligência (CIA), onde claramente respondia aos interesses do imperialismo.

Esses fatos foram comprovados com o avanço da direita no Brasil e ao golpe realizado em 2016, onde a PF teve um papel importantíssimo na perseguição ao PT, em particular contra o ex-presidente Lula. A revelação das conversas em grupos das redes sociais entre o juiz Sérgio Moro e os procuradores da Operação Lava Jato mostram que a PF realizou uma série de operações farsa e de propaganda negativa contra o Partido dos Trabalhadores e para criar uma oposição contra o PT e justificar a sua perseguição, sendo o braço direito de Moro e dos procuradores dessa operação orquestrada juntamente com os EUA para derrubar o PT e impedir Lula de participar das eleições.

O auge dessa perseguição foi durante as eleições em 2018, quando a PF invadiu sistematicamente as sedes do PT e seus comitês eleitorais para apreender materiais de campanha que tivessem ligação com Lula. Sempre esteve não somente ao lado da direita como trabalhou ativamente para os golpes de estado, na perseguição da esquerda e ligada aos serviços de informação do imperialismo.

Também não podemos esconder o papel da Polícia Federal na perseguição aos trabalhadores sem-terra, indígenas e quilombolas que lutam pela reforma agrária e demarcação de suas terras contra os grileiros e latifundiários. Não tem nada de ‘guardiã’ da Constituição Federal e muito menos de defesa da democracia ou contra o avanço do fascismo no Brasil.

Como podemos ver, a Polícia Federal é o oposto do que o PCdoB está propagandeando gratuitamente nas suas redes sociais e através de seus dirigentes e parlamentares. É um desserviço para a esquerda e a luta contra a direita golpista que está sendo realizada no Brasil.

A posição do PCdoB de exaltar instituições golpistas e de direita, como a PF e o STF, serve apenas para que essas instituições passem por “democráticas”, disfarçando o seu passado de apoio ao golpe e arbitrariedades, para que posteriormente possam perseguir a esquerda e suas lideranças porque foi difundido entre a população que cumprem o papel de defesa da Constituição.

A política do PCdoB é ocultar a cumplicidade dessas instituições no golpe em 2016 e na perseguição ao ex-presidente Lula, que levou Jair Bolsonaro e a extrema direita à presidência da República. Estão dando apoio às peças centrais da engrenagem golpista. Por mais absurda que seja a posição do PCdoB, não é de ficar espantado, pois é um dos principais articuladores da política de frente ampla com setores da direita golpista, mesmo com o exemplo extremamente negativo que foi visto nas eleições para a presidência da Câmara dos Deputados. Buscam de todas as maneiras ficar a reboque da direita e colocar os trabalhadores numa política que somente beneficia os patrões e os golpistas.

Neste momento é preciso denunciar que a Polícia Federal, assim como o STF, não pode ter nenhuma confiança da população e dos trabalhadores, pois fazem parte do golpe. Ocultar os crimes da direita e dar aval para mais arbitrariedades contra os direitos democráticos e a liberdade de expressão somente vão levar a mais perseguição contra a esquerda e suas organizações.

Qualquer posição que seja contrária à de denunciar essas instituições e suas arbitrariedades é de apoio à direita e a instalação de uma ditadura insidiosa contra a esquerda.

Relacionadas
Send this to a friend