Vale tudo da Frente Ampla
O PCdoB proporcionou um evento junto com setores fascistas, inclusive o último partido de Bolsonaro, mostrando que sua política desmoralizante se aprofunda
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
flaviodino_fhc_eduardoleite
A esquerda Frente amplista está se afundando com o regime político | Foto: Reprodução

Durante essa semana mais um evento deplorável marcou o cenário político. O PCdoB de Cubatão, em São Paulo, organizou um evento com setores da direita golpista e também com partidos da extrema-direita, como o PSL que foi um trampolim eleitoral do governo fraudulento de Jair Bolsonaro, do qual ele saiu por interesses secundários, e o Patriotas, que é um ninho de fascistas aliados da burguesia e bolsonaristas. O evento é supostamente um debate entre a juventude,  que mais parece, na forma em que se apresenta, uma forma de burocratas e fascistas para aliciar a burguesia.

Isso que se apresenta aí em cima mostra o que é a Frente Ampla, na realidade. Diferente da propaganda dos setores mais oportunistas e direitistas da esquerda do regime político, onde o PCdoB expressa mais claramente esse setor, de que a Frente Ampla seria uma salvação, uma união de todos contra Bolsonaro, e que quanto mais a Frente maior a “centralização de forças” para mudar a correlação de forças do País e derrotar Bolsonaro, não passa de uma gigantesca demagogia. O que está colocado é que essa Frente amplíssima que o PCdoB está articulando é um vale tudo.

Mostra um nível profundo de oportunismo do Partido Comunista do Brasil. Não é de hoje que o partido vem sendo dominado por uma política cada vez mais direita do regime político, e os acontecimentos mostram que essa política progride no interior do partido. Desde o aprofundamento do golpe de Estado, o PCdoB vem dando sinais claros de aproximação com a direita golpista. Desde o apoio escancarado ao Centrão, chegando a votar no Rodrigo Maia como Presidente da Câmera, passando por vários setores apoiando Ciro Gomes em 2018 quase provocando um racha no partido, e agora sendo o artífice da esquerda na Frente Ampla, que não passa de uma frente popular com os setores da direita golpista para colocar o PT e a esquerda mais combativa no ostracismo do regime político.

O evento grotesco mostra uma burocratização gigantesca do partido, que não expressa em nada o interesse de setores combativos de sua base política. O único interesse que tem essa política esdrúxula é manter uma relação oportuna com os direitistas e manter um punhado de cargos dentro do poder estatal. Manobra essa que, devido ao nível de crise do bloco golpista, não vai passar de uma grande desmoralização, por ser um fracasso como tática política, e também uma vitória da direita e da extrema-direita, já que a única coisa que pode acontecer nessa frente popular onde a esquerda não tem base, é fortalecer o bloco golpista e se suicidar politicamente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas