Depois de Temer, Lava Jato prende Moreira Franco

moreirafranco3fv-1

Da redação – O antigo presidente golpista, Michel Temer, foi preso junto ao antigo ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, foram presos na manhã desta quinta-feira (21).

O imperialismo está mirando setores da burguesia nacional que eram muito impopulares para fortalecer a Lava Jato, diante da desmoralização da operação golpista.

Trata-se de uma manobra, de um artifício, para tentar manter a Lava Jato, que é o pilar fundamental da perseguição política e da prisão de Lula.

O juiz que mandou prender os dois funcionários do antigo governo foi Marcelo Bretas, representante da Lava Jato no Rio de Janeiro, que foi apoiado por setores da esquerda pequeno-burguesa, como o PSOL, em aliança com o imperialismo e o fascismo.