Monopólio ameaçado
Donald Trump declarou que irá proibir o Tiktok e o Wechat, ambos de origem chinesa, em seu território, caso não sejam adquiridos por alguma empresa norte-americana
fundador do tiktok
Zhang Yiming, fundador da empresa Bytedance, dona do Tiktok | Foto: REUTERS/Shannon Stapleton
fundador do tiktok
Zhang Yiming, fundador da empresa Bytedance, dona do Tiktok | Foto: REUTERS/Shannon Stapleton

Uma medida emitda pelo governo norte americano na última sexta-feira (18) feiniu que, a partir do domingo(20),  será proibida a distribuição do aplicativo de vídeos curtos de origem chinesa, Tiktok, em seu território.

O próximo alvo, o aplicativo de mensagens Wechat, também proveniente da China, já começa a ser sabotado, com suas funções financeiras limitadas nos Estados Unidos.

A condição imposta pelo presidente Donald Trump para que as proibições não ocorram é que os aplicativos fossem adquiridos por alguma empresa norte-americana, mostrando o desespero do imperialismo para manter em suas mãos o monopólio das redes sociais.

Relacionadas
Send this to a friend