Siga o DCO nas redes sociais

Depois de 19 anos, Alagoas tem primeiro caso de sarampo

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas confirmou o primeiro caso de sarampo depois de 19 anos. Ainda não haverá campanha de vacinação no estado. É recomendado que quem não estiver com a vacina em dia, que tome a vacina. O homem de 27 anos, que contraiu a doença, mora na cidade de Arapiraca e viajou para Salvador, retornando para a sua cidade já com sintomas da doença.

A vacinação contra o sarampo ocorre primeiramente aos 12 meses de vida e posteriormente, aos 18 meses. Essas vacinas são conhecidas como a tríplice viral e a tetra viral, respectivamente. Quem ainda não recebeu a vacina pode se vacinar até os 49 anos e ficará protegido contra o sarampo, caxumba e rubéola.

O Sarampo é uma doença altamente contagiosa que pode levar à morte. Os sintomas são: febre, manchas avermelhadas no rosto e tosse persistente. Gestantes, pacientes em tratamento contra o cancer, pacientes com doenças que afetam o sistema imunológico (como Aids) e pessoas com baixa imunidade ou gripadas, devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

No estado de São Paulo, há 967 casos de sarampo registrados.

A ocorrência de epidemias é um sinal importante de deterioração da economia e de péssima administração da saúde pública, o que não é de se surpreender, já que esse governo golpista busca sucatear a saúde pública para justificar o projeto de privatização da saúde, o que tornará os serviços mais caros à população e serviços que deveriam ser gratuitos, passarão a ser pagos.