Menu da Rede

Biden, o pior inimigo dos imigrantes

Demagogia Bolsonarista

Depois da Cúpula do Clima, Bolsonaro corta verba do meio ambiente

Jair Bolsonaro e Ricardo Salles, mais uma vez, mostram que não tem comprometimento nenhum com a conservação ambiental do Brasil.

Jair Bolsonaro e Ricardo Salles, Ministro do Meio Ambiente. – Foto: Reprodução.

Na última sexta-feira (23), um dia depois do Presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) prometer aumentar as verbas para a fiscalização ambiental, seu governo decide cortar os recursos para a área relacionada às mudanças climáticas, controle de incêndios florestais e fomentos a projetos de conservação do meio ambiente. Durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima, convocada pelo presidente norte-americano Joe Biden nesta última quinta-feira (22), Bolsonaro havia afirmado que duplicaria os recursos destinados a ações de fiscalização ambiental no Brasil. Estimava-se, de acordo com pessoas próximas ao presidente, que o aumento seria algo em torno de R$ 115 milhões.

Entretanto, ao sancionar o Orçamento de 2021, o prometido por Jair não foi incluso no cálculo orçamentário, muito pelo contrário. No ato da sanção o presidente cortou quase R$ 240 milhões da pasta do Meio Ambiente. Segundo matéria publicada pelo jornal Folha de São Paulo, além de não aparecer no Orçamento, a promessa de duplicar recursos para fiscalização ambiental irá depender de diversos cortes em outras áreas para, legalmente, poder encaixar os recursos extras, já que a previsão orçamentária está no limite do teto de gastos — norma que impede o crescimento de despesas acima da inflação e impede que Bolsonaro sofra um Impeachment por crime de responsabilidade.

Em entrevista após a Cúpula, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que não seria possível determinar o valor exato do aporte ao Orçamento atual: “O que houver de disponibilidade o presidente vai dobrar o recurso. É importante porque dá sustentação ao pagamento às equipes da Força Nacional — que podem aumentar substancialmente — e porque se somam ao que já têm de equipes e logística de Ibama, ICMBio e Polícia Federal”, disse Sales na quinta. Esta medida, por si só, de utilizar a Força Nacional para combater o desmatamento ilegal, é alvo de críticas por boa parte dos especialistas do meio ambiente.

Após fazer sua demagogia de praxe, Jair Bolsonaro mais uma vez mostra a que veio. Os cortes realizados na pasta foram, na realidade, parte de um acordo firmado por ele mesmo com o “Centrão”, sua principal base de sustentação no Congresso Nacional. Os 240 milhões de reais deram espaço, na realidade, á vultuosas emendas parlamentares – parte da “velha política” que Bolsonaro tanto diz combater e que, também, o elegeu. Sua decisão atingiu, desta vez, a maior parte dos programas sobre a mudança do clima e suas respectivas áreas de pesquisa, bem como o fomento de projetos de desenvolvimento sustentável e conservação ao meio ambiente.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.