Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Há três dias, o Diário Causa Operária publicou uma matéria com o título “Não à privatização da Embraer!”. Também foi divulgado um card nas redes sociais com a mesma palavra de ordem. As duas publicações desse Diário tiveram uma grande repercussão, o que fez uma parte dos leitores questionarem se a empresa ainda é estatal.

Muitos tentaram explicar que a palavra de ordem estaria incorreta pois a Embraer já seria uma empresa privada. De fato, essa gigantesca empresa nacional é uma indústria de capital misto tendo como maiores acionistas a empresa norte-americana de investimentos, a Brandes (15% das ações), e a britânica Mondrian (10,12%).

Portanto, não é errado dizer que a Embraer não é mais uma empresa estatal. No entanto, esse fato de maneira nenhuma invalida a palavra de ordem contra a privatização. A empresa foi privatizada em 1994, no último ano do governo Itamar Franco, mas o governo brasileiro manteve uma ação fundamental na empresa, que é chamada “Golden Share”, que dá amplos poderes de vetar qualquer tipo de negociação que seja contrária aos interesses do Estado.

O que Michel Temer e Henrique Meirelles querem fazer é entregar esse mínimo que ainda resta de controle brasileiro para a norte-americana Boeing. É tarefa portanto daqueles que defendem a economia nacional exigir que seja desfeita a privatização da Embraer e que o que resta de controle brasileiro não seja entregue aos norte-americanos.

Os golpistas querem retomar a verdadeira política de devastação que foram os governos Collor, Itamar e FHC, mas dessa vez com ainda mais força. Toda a economia nacional será entregue aos capitalistas internacionais se não forem levantadas as palavras de ordem contra as privatizações, a restatização das empresas que já foram privatizadas, o que só será possível se o golpe e os golpistas forem derrotados.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas