Ministério da Educação
Ministro mal assumiu e, diante de intensa crise, já teve de pedir a conta
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
47022661874_03de7163b9_k
Carlos Alberto Decotelli, "O Breve" | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O agora ex-ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, acabou de entregar sua carta de demissão ao governo federal.

Por sua vez, o presidente ilegítimo e fascista, Jair Bolsonaro, aceitou a demissão de quem havia empregado como chefe da pasta na semana passada.

O breve período em que Decotelli se manteve como ministro da Educação foi marcado por uma intensa crise, baseada particularmente nos escândalos de falsificação de seu currículo.

Existe uma denúncia de que ele plagiou dissertação de mestrado na Fundação Getúlio Vargas, que seu título de doutorado na Argentina seja inverídico e que não realizou nenhum pós-doutorado na Alemanha.

O novo ministro da Educação é previsto para ser anunciado ainda nesta terça-feira (30).

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas