Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Nesse domingo, 1º de abril, o semanal “Programa Mulheres” (que vai ao ar às 19h) vai falar sobre a situação de vida feminina, a literatura e as escritoras, da época vitoriana.  Quem falará sobre o tema será a entrevistada Camila Nogueira, colunista do DCM e do El Hombre e editora do Ladies’ Mag.
Esse programa tratará de temas que ainda são muito reais e palpáveis na vida feminina. Opressão, dupla jornada de exploração, prisão da mulher ao cuidado do lar e dos filhos; são todas situações sociais muito verdadeiras hoje.
Na época da Rainha Vitória, a situação da mulher na Inglaterra era de forte repressão. A mulher no governo não melhorava a vida do restante das mulheres pelo pais. O conservadorismo era associado aos grandes números de crescimento econômico da segunda metade do século XIX.
Na literatura, a dicotomia entre as mulheres “puras” e “profanas” era repetida até nos livros de autoria feminina que, em certos casos, tinham pseudônimos masculinos para que a obras “não fossem rotuladas de ‘coisa de mulher'”.
Algumas escritoras, como a Ellen Wood (East Lynne), acabaram seguindo esse modelo; enquanto outras, como a Charlotte Brontë (em Jane Eyre, mas especialmente em Villette), o desafiaram.
Numa época fervilhante de ideias e ideais progressistas (socialistas, inclusive), de fresca memória em relação às revoluções burguesas e aumento da demanda de mão-de-obra feminina, o mundo de muitas mulheres transformava-se e, com isso, crescia sua consciência de luta.
Não perca essa importante analise histórica que retrata parte da caminhada da luta da mulher.
Esperamos por você nos comentários na nossa pagina COTV.
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas