Debate sem Lula é fraude da direita golpista

Presidential candidates are seen during their first televised debate at the Bandeirantes TV studio in Sao Paulo

Começaram os debates com os presidenciáveis, e como era de se esperar, todos estão se aproveitando da ausência de Lula e esperam que este caia no ostracismo. Com exceção de Boulos, o candidato que mais parece a personificação da esquerda que “milita” pela internet, que saudou o presidente Lula demagogicamente, pois não tocou mais no assunto, não denunciou as eleições nem o golpe, os outros candidatos sequer citaram o ex-presidente.

A farsa já está posta e não teria como ser mais escancarada. O fato do candidato que lidera todas as pesquisas, com muito avanço sobre os seus concorrentes, não participar dos debates mostra a que ponto essas eleições estão arrombadas, e não passam de um maneira de “oficializar” o golpe.

Embora Boechat tenha mencionado timidamente que o candidato mais popular fora convidado, mas não pudera comparecer por razões jurídicas, é apenas uma tentativa de transvestir todo esse processo num manto democrático,, pois a grande imprensa foi a maior apoiadora do golpe. Ninguém que está se apresentando a candidato na “democracia” brasileira está dando a mínima para o fato dessas eleições serem uma completa farsa. A direita se beneficia com isso e a esquerda pequeno-burguesa está fazendo uma leitura completamente transversa.

A política brasileira só voltará, ou melhor, só começará a ser realmente democrática, quando o povo tirar Lula da cadeia, se organizar, e assumir a frente do quadro político do país. Para isso devemos todos comparecer à Brasília no dia 15, e dar um passo a frente na derrotada do Golpe.