Estudo marxista
O coletivo de negros João Cândido começou o debate do livro A Revolução e o Negro de CLR James, um importante livro para entender a luta do negro a partir de uma visão marxista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
clrjames (1)
CLR James, militante trotskista | Foto: Reprodução

 Na última reunião do coletivo de negros do Partido da Causa Operária, os membros do coletivo começaram a estudar o livro A Revolução e o Negro do revolucionário CLR James, autor de outro importantíssimo livro Os Jacobinos Negros que conta a história da revolução Haitiana. 

Para entender a importância desse debate, destacamos o autor trotskista dessa obra, Cyril Lionel Robert James, mais conhecido como CLR James nascido em Trinidad e Tobaco, foi historiador, jornalista, socialista teórico, ensaísta e militante revolucionário da IV Internacional. As suas obras destacam o papel fundamental do negro na luta contra a escravidação e como os negros contribuiram para a superação do feudalismo a partir da luta abolicionista.

O conhecimento de obras como a de CLR James é fundamental para conhecer o caráter revolucionário da luta do povo negro. A burguesia faz questão de esconder os feitos revolucionário dos negros e a partir dos livros burgueses, parece até que o negro se silenciou diante da escravidão, que aceitou a sua condição de oprimido e quando se rebelou fez de modo bárbaro, sem nenhum fundamento ou conhecimento político. E que a sua liberdade foi dada por brancos generosos que decidiram pela abolição. Isso não é verdade, e as obras de James servem para fundamentalizar um importante debate dentro do movimento negro: a sua organização politica embasada no conhecimento teórico e prático do marxismo.

Por isso, se você tem interesse em discutir a luta do negros por um viés materialista, marxista, participe das reuniões do coletivo João Cândido que acontecem todos os sábados às 16h por vídeochamada, por meio do aplicativo de reunião chamado Zoom, para participar basta entrar em contato pelo número (11) 95408-8335.

O coletivo tem como objetivo estudar a luta do povo negro, mas também atuar politicamente na prática junto a população negra, construindo sua própria imprensa, fazendo um trabalho amplo de agitação e propaganda em torno das suas reivindicações como por exemplo o Fim da PM, o fim dos presídios e um governo operário.

Você pode conhecer melhor os debates do coletivo assistindo todas às quintas-feiras ao vivo o Tição – Programa de preto no sinal 24h da COtv.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas