Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Rio de Janeiro - Consórcio formado pelas empresas Shell, Total, CNPC, Cnooc e Petrobras foi o vencedor da 1ª Rodada de Licitação do Pré-Sal com lance único e terá o direito a explorar e produzir o petróleo da área de Libra, na Bacia de Santos. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a presidenta da Petrobras, Maria das Graças Foster, a diretora-geral da ANP, Magda Chambriand, e o ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, sobem ao palco ao lado de representantes das empresas que integram o consórcio vencedor.
|

Os monopólios capitalistas estrangeiros do petróleo, Shell, ExxonMobil, Chevron, BP Energy, Petrogal, Statoil (estatal norueguesa) arremataram quase de graça as licitações do pré-sal na 4ª rodada de entrega da maior empresa nacional.

A liquidação do patrimônio nacional aconteceu nesta quinta-feira (7), no Rio de Janeiro, promovendo uma nova entrega de diversos setores, como: quatro áreas nas bacias de Campos e Santos.

Os números importantes de serem expostos, são das áreas onde a empresa foi derrotada no leilão. Foram somados aos cofres públicos, míseros  R$ 3,15 bilhões, abaixo do valor mínimo de R$ 3,2 bilhões estipulado pelo governo golpista, sendo que o valor máximo é superior. O valor do barril do petróleo foi vendido a R$ 0,26.

As informações da operação golpista de entrega são:

16 empresas participaram do leilão, onde, dentre elas, estão as maiores do setor de petróleo e gás no mundo, sendo duas brasileiras.

Apenas duas , DEA Deutsche Erdoel AG e Petronas Carigali SDN BHD, não têm contratos para exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil.

Três Marias (Santos): consórcio vencedor Chevron e Shell

Uirapuru (Santos): consórcio vencedor ExxonMobil, Petrogal, Statoil (estatal norueguesa)

Itaimbezinho (Campos): não houve ofertas

Dois Irmãos (Campos): consórcio vencedor Statoil e BPN Energy

Vale reforçar que os sindicatos vinculados à FNP e à Federação Única dos Petroleiros (FUP) prometeram realizar uma série de atos contrários os golpistas, mobilizando nas bases da Petrobras em várias regiões para uma greve geral. Já há atos convocados para Salvador (BA) junto à CUT, Vitória (ES) e Rio de Janeiro – também com a CUT -, este em frente ao hotel onde será realizada a licitação.

A Petrobras se transforma agora em uma empresa estrangeira, com participação apenas de 30%.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas