Das consequências do golpe: aumenta o número de jovens desempregados

jovens_desemprego

Com o aprofundamento do golpe de Estado, os números relativos ao desemprego crescem cada vez mais. De acordo com o IBGE, a partir de 2014 o número de pessoas que desistiram de procurar emprego aumentou 194%, registrando aproximadamente 4,63 milhões de pessoas em todo o País. Assim, essas pessoas passam a integrar os chamados “desalentados”.

Dos estados do Sudeste, o Rio de Janeiro é o que se encontra na situação mais delicada: crescimento de 15% do desemprego. No Brasil, a pesquisa do IBGE apontou que a grande maioria dos que desistiram de procurar emprego é composta de pretos e pardos, refletindo 73,1% do total. Além disso, a maioria dos desalentados tem entre 18 e 24 anos, dos quais 38,4% não têm sequer fundamental completo.