Oportunismo político
A ministra bolsonarista, Damares Alves, prova mais uma vez estar disposta a tudo para implantar sua política de devastação do direitos até então conquistados pelas mulheres
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
12696497-high-1544204728-e1544205057194
Damares Alves | Foto: Reprodução

Em uma reunião ministerial ocorrida no dia 22 de abril e divulgada na sexta-feira (22), a ministra golpista Damares Alves chamou de “palhaçada” o julgamento que discutiu a possibilidade de legalizar o aborto em casos de zika vírus.

 

“Neste momento de pandemia, a gente tá vendo aí a palhaçada do STF trazer o aborto de novo para a pauta e lá tava a questão de… As mulheres que são vítimas do zika vírus vão abortar… E agora vem do coronavírus? Será que vão querer liberar que todos que tiveram coronavírus poderão abortar no Brasil? Vão liberar geral?” ironiza Damares.

 

A ministra bolsonarista afirma também, em recado ao então ministro da saúde Nelson Tech que:

“O seu ministério, ministro, tá lotado de feminista que tem uma pauta única que é a liberação de aborto. Quero te lembrar, ministro, que tá chegando agora, este governo é um governo pró- vida, um governo pró-família. Então, por favor. E aí quando a gente fala de valores, ministro, eu quero dizer que nós estávamos sim no caminho certo.”

 

Quando Damares ironiza sobre ‘liberar geral’, é por que na verdade está preocupada em “proibir geral”. Isto é, usar a pandemia para retirar todos os direitos das mulheres, assim como de toda a população. Como exemplo, podemos citar o caso da suspensão, apoiada por ela, do serviço de interrupção de gravidez no hospital que é a principal referência do Brasil, o Pérola Byington (São Paulo).

Nesse sentido, seus depoimentos podem ser comparados a fala do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, quando diz que ‘passaria a boiada’ em regras ambientais, aproveitando-se da situação causada pela pandemia de coronavírus.

Assim como Salles, a ministra já demonstrou em diversas ocasiões que está disposta a tudo para aprovar a proibição do aborto em todos os casos e muitas outras agressões aos diretos da classe trabalhadora. A mesma nunca fez nada pelas mulheres a não ser atacá-las.

Tendo em vista a política levada por todos os integrantes do governo bolsonarista e sua intensificação contra todo o povo oprimido, é preciso chamar todas as mulheres a se organizarem e a somarem-se à luta pelo fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas