Menu da Rede

Política genocída

CUT denuncia que Bolsonaro quer abrir INSS para infectar idosos

Tal como os nazistas nas câmaras de gás, Bolsonaro irá levar os idosos para prédios fechados, sem condições de proteção, com um vírus mortal lá dentro, ou seja: direto para a morte

Tempo de Leitura: < 1

Agência do INSS – Foto: Marcelo Camargo, Agência Brasil

Publicidade

A política da direita de reabertura das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no próximo dia 3 de agosto, em meio a crescente da pandemia de Covid-19 no Brasil, é criminosa e irá ser responsável pelo genocídio dos idosos deste país.

Representantes dos trabalhadores do Instituto, consideram não ser hora de o governo federal acabar com o isolamento social, e também porque a decisão dos gestores levou em consideração mais a política do que as questões técnicas.

Na verdade, levou em conta a pressão econômica doa capitalistas e não questões técnicas.

A direção do INSS afirma não ter uma lista das agências com condições de segurança para a volta ao trabalho sem riscos de contaminação com a Covid-19 para os servidores e a população, segundo o próprio Sindicato dos Servidores do Seguro Social e Previdência no Estado de São Paulo (SINSSP).

A determinação do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), deve ser vista como é: uma guerra contra as vidas dos que produziram tudo neste países, contribuíram e agora serão sacrificados. Tal como os nazistas nas câmaras de gás, Bolsonaro irá levar os idosos para prédios fechados, sem condições de proteção, com um vírus mortal lá dentro, ou seja: direto para a morte.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Análise Política na TV 247, com Rui Costa Pimenta (Reprise)

0 Visualizações 13 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend