CUT Bahia divulga nota contra a reforma administrativa do governador Rui Costa

cut (1)

Da redação – Segue a Nota Oficial da Central Única dos Trabalhadores (CUT) da Bahia sobre a situação de ataque aos servidores públicos realizada hoje na aprovação do aumento da alíquota contribuição previdenciária de 12% para 14%, sabendo que é um reflexo do golpe contra toda classe trabalhadora e que o governo de Rui Costa (PT) encaminhou sem debater o reajuste salarial.

“Nota da CUT Bahia sobre o projeto de reforma administrativa do governador Rui Costa

A Central Única dos Trabalhadores da Bahia (CUT BAHIA) na defesa dos interesses dos trabalhadores e trabalhadoras que estão há quatro anos sem reajuste salarial e que agora veem a situação mais agravada com o aumento da alíquota contribuição previdenciária dos servidores públicos do PLANSERV de 12% para 14%, fechamentos de empresas tais como Bahia Pesca, Conder e órgãos públicos como Sudic e CIS.

Entendemos que a não realização de concursos públicos ao longo de grande período é o que originou a atual situação da previdência do Estado.

Apoiamos a redução dos custos, mas isso não deve ser dar as custas dos servidores e seus salários. Entendemos a necessidade de redução dos gastos, mas preservando os salários e postos de trabalho.

Nesse sentido a posição da CUT Bahia é solicitar ao governador do Estado, Rui Costa, a retirada do projeto e abertura de diálogo com as entidades representativas dos trabalhadores, os sindicatos e as centrais.

Salvador, 12 de dezembro de 2018, às 11h30 
Executiva da CUT BAHIA”