Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Universidades estrangeiras ganham cursos sobre o golpe no Brasil. Iniciativa alvo de censura pelo Ministério da Educação, se espalha pelas Universidades e agora rompe as fronteiras brasileiras.

A Faculdade de Ciências Sociais da Universidades de los Andes, em Bogotá (Colômbia), oferecerá no primeiro semestre de 2018 a disciplina “Das jornadas de junho de 2013 ao Golpe de 2016”. Já na cidade do México será promovido um “Seminário de Estudos Brasileiros (SEMBRAR)” em que o foco será a análise da realidade política no Brasil. Com as iniciativas na Colômbia e no México, já são 36 universidades que terão cursos sobre o golpe de Estado que destituiu a presidenta eleita Dilma Rousseff em 2016.

A decisão do ministro da Educação do governo golpista, Mendonça Filho (DEM), de tentar censurar o curso sobre o golpe e seus efeitos na UnB, acabou chamando atenção de professores da Universidade de Bradford na Grã Bretanha.

A palestra “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil” será ministrado pela professora Fiona Macaulay no dia 16 de março.

Os golpistas sabem que são extremamente impopulares e que a população em geral está contra o golpe. Tentaram censurar os docentes universitários, mas não conseguiram. A grande verdade é que ao denunciar o golpe as Universidades públicas desse país estão denunciando o ataque que estão sofrendo por essa política de massacre que pretende privatizar todo o ensino público no país. A política golpista é de desmantelamento da política de esquerda nas Universidades, visa destruir a própria universidade pública.

Cabe agora aguardar os setores de esquerda que acreditam que não teve golpe organizarem cursos “porque não teve golpe”. Só não vale gritar “Fora Todos” que esvazia a sala.

É preciso lutar contra o golpe e seu aprofundamento em um golpe militar que se avizinha, o mesmo irá atacar monstruosamente as universidades, local onde há grande resistência.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas