Curso de candidato golpista: militares se preparam para as eleições

cursomilitares

Da redação – O General Mourão esta organizando um curso para os pré-candidatos de origem militar que pretendem participar das eleições do próximo dia 07 de outubro de 2018, e que, são ao todo 115 postulantes ao cargo. Como estratégia de dividir votos, roubar atenção dos mais incautos, e manobrar com as tendências golpistas, estarão concorrendo aos mais variados cargos, presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

Como sabemos os militares não são afeitos ao jogo democrático e participar de eleições, é algo contraditório para eles. Já à alguns anos vários militares das mais variadas estirpes vêm concorrendo e se elegendo nas mais diferentes esferas de poder, junto a outras bancadas conservadoras, como os ruralistas, religiosos, etc. Eles tem em comum a pauta que aponta para a volta da idade média, da tortura, aumento da repressão contra o povo, retirada de direitos fundamentais, golpismo e o conhecida capacho dos imperialistas norte-americanos.

O objetivo final, parece ser aumentar o controle sobre o regime por dentro, influenciando as pautas do país em consonância com outras pautas conservadoras e assim criar o arcabouço legal para uma ditadura institucionalizada, posto que a pressão social aumenta e as organizações operárias estão se mobilizando para derrotar o golpe.