PM/PR, fascistas armados
O Ato pacífico que reunia algumas pessoas, familiares e ativistas, foi interrompido sem maiores justificativas pela PM/PR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
ato_direitos_presidiario_curitiba
Manifestantes sendo intimidados e agredidos pela PM/PR | Brasil de Fato (divulgação)

Manifestação pelos direitos dos detentos dos sistema prisional promovido pelos familiares que ocorria na segunda feira (06) em Curitiba (PR) foi arbitrária e violentamente interrompida pela PM fascista do Paraná. O ato pacífico que reunia algumas pessoas, familiares e ativistas, foi interrompido sem maiores justificativas.

Segundo os organizadores do ato foi obedecido os critérios de distanciamento e proteção individual não havendo qualquer ameaça a saúde de quem quer que passasse pelo local. Os manifestantes exigiam que o direitos dos presos fossem respeitados, a maioria das famílias não sabe da real situação do seu familiar que esta dentro do presídio.

Durante o ato, o advogado popular, militante e colunista do Brasil de Fato Paraná, Renato Almeida de Freitas foi agredido, bem como o coordenador da Pastoral Carcerária. Chaves de braço, empurrões, intimidação e escoriações foram causadas pela PM nos manifestantes.

A PM do Paraná, assim como todas as PMs dos estados, não querem saber dos motivos, dos direitos ou do método que irá usar para manter a classe trabalhadora na coleira.  A função básica da PM é impedir que a população coloque a cabeça para fora do lodaçal econômico e social no qual esta afundada.

A situação sempre foi essa, mas com o agravamento da crise capitalista a repressão a qualquer manifestação, por mais pacífica, pequena e inofensiva que seja é motivo para dura repressão.

É preciso ter consciência de que a repressão dos manifestantes só demonstra o caráter ditatorial do regime, que tem como regra básica a repressão em massa e o encarceramento da população e protestar contra isso é considerado um crime.

A PM, braço armado dos fascistas, deve ser extinta imediatamente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas