Contra o terrorismo dos EUA
Durante a Comissão Econômica para a América Latina, Cuba e Venezuela disseram “não ao unilateralismo” e às medidas coercitivas dos países imperialistas, especialmente os EUA.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Cuba's President Miguel Diaz-Canel speaks at the Nelson Mandela Peace Summit during the 73rd United Nations General Assembly in New York, U.S., September 24, 2018. REUTERS/Carlo Allegri
Miguel Díaz-Canel, presidente de Cuba | Reprodução

Durante a Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL), Cuba e Venezuela disseram “não ao unilateralismo” e às medidas coercitivas dos países imperialistas, especialmente dos EUA. Ademais, os países latino-americanos defenderam a cooperação e o multilateralismo para alcançar o desenvolvimento sustentável e eliminar a desigualdade na América Latina e no Caribe.

Segundo Miguel Díaz-Canel, presidente de Cuba, é “vergonhoso” o estado de desigualdade econômica e social que persiste na região da América Latina e do Caribe.

Durante a trigésima sessão da CEPAL, realizada virtualmente, Miguel Díaz-Canel não economizou palavras para denunciar o bloqueio desumano intensificado dos Estados Unidos contra Cuba, considerando-o como um ato de barbárie humana cuja finalidade é esmagar o povo cubano. Díaz-Canel pediu cooperação e multilateralismo para alcançar o desenvolvimento sustentável e acabar com esta desigualdade.

O Chanceler venezuelano, por sua vez, apelou à CEPAL para que respeite a diversidade e aposte de forma inteligente na solidariedade e na cooperação frente aos desafios e crises que a COVID-19 tem trazido. Segundo ele, “é preciso levantar a voz contra as medidas coercivas e unilaterais com planos que permitam aos povos enfrentar tais situações de bloqueio”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas