Cuba deve destinar 51% de seu orçamento para a Saúde e a Educação em 2019

dsc_0448

Da redação – O anteprojeto do Orçamento do Estado para 2019 do governo cubano prevê o investimento de 51% (38,7 bilhões de pesos) para as áreas de Saúde e Educação.

A ministra das Finanças e Preços de Cuba, Lina Pedraza Rodríguez, reiterou a vocação social do orçamento. Conforme cita o jornal Granma, ele é focado, “como sempre e apesar de todas as tensões, na manutenção dos serviços básicos à população, nas políticas sociais, na defesa do país, na ordem interna, bem como nos programas de desenvolvimento integral das províncias e municípios”.

Em 2018, Cuba destinou igualmente por volta de 50% de seu orçamento anual de maneira exclusiva para os setores de Educação e Saúde Pública e Assistência Social.

O país é conhecido há cerca de cinquenta anos por priorizar esses setores fundamentais para o desenvolvimento de qualquer sociedade, considerado um exemplo a ser seguido tanto pelos países ricos como pelos países atrasados.