Pandemia
Dois meses depois de anunciar a primeira vacina contra a Covid-19, Cuba divulga segundo ensaio de vacina contra o vírus
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
parana-planeja-comecar-testes-de-vacina-russa-contra-a-covid-19-em-45-dias-5f48f7ace1884 (1)
Vacina contra Covid-19 | Foto: Reprodução

O Registro Público de Ensaios Clínicos de Cuba acaba de publicar neste domingo um estudo de uma nova vacina contra a Covid-19, oficialmente chamada de “FINLAY-FR-1A”. É a segunda vacina candidata do país na luta global contra a pandemia, dois meses depois do anúncio da vacina “Soberana”.

No momento, as informações são bastante preliminares e o novo ensaio clínico visa “avaliar a segurança, a reatogenicidade e explorar a imunogenicidade de diferentes formulações dos Candidatos à Vacina Profilática contra SARS-CoV-2, FINLAY-FR-1 e FINLAY. -FR-1A “.

Mais uma vez, o Finlay Vaccine Institute de Havana é a instituição que registra essa nova vacina candidata, com o anúncio de um estudo de fase I (avaliação da segurança da formulação). Segundo as informações publicadas no site do Registro Cubano de Ensaios Clínicos, esta fase I do estudo será realizada entre 19 de outubro e 9 de novembro, na qual participarão três grupos.

Um deles receberia o anunciado SOVEREIGN 01, em altas doses, em duas ocasiões com 28 dias de intervalo; enquanto a nova vacina candidata seria aplicada em dois outros grupos que a receberão, respectivamente em altas e baixas doses, com intervalo de 28 dias no caso do primeiro, e uma terceira aplicação no dia 56 do último grupo.

A administração da nova vacina candidata experimental deve ser “segura, admitindo não mais do que 5 por cento dos indivíduos com eventos adversos graves (EAGs) com uma relação causal consistente com a vacinação”, de acordo com o anúncio.

Esta seria a segunda vacina candidata de Cuba na luta global contra a Covid-19. O primeiro, SOBERANA 01, foi apresentado em agosto passado e está nas fases I e II de ensaios clínicos com pouco mais de 700 voluntários, processo que passou sem eventos adversos.

No dia 15 de outubro, o site da Organização Mundial da Saúde (OMS), que acompanha a corrida mundial por vacinas, registrou 42 vacinas candidatas, entre elas a SOBERANA 01, a única de um país da América Latina e Caribe.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas