Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Argentina's President-elect Mauricio Macri acknowledges the audience as he attends the inauguration of incoming Buenos Aires' City Mayor Horacio Rodriguez Larreta (not seen) in Buenos Aires December 9, 2015. Macri's victory in a run-off last month turned Argentine politics on its head, ending 12 years of leftist populism under outgoing President Cristina Fernandez de Kirchner and her late husband and predecessor, Nestor Kirchner. Macri promises to remove state controls on the ailing economy and conduct more orthodox policies.REUTERS/Enrique Marcarian
|

Buenos Aires, Prensa Latina Os argentinos entrarão amanhã no segundo mês de 2019 com uma nova alta do preço da eletricidade, cujo valor aumentará em 32%.

No meio de vários cortes de luz registrados pela intensa onda de calor que sacode a capital e outras províncias, as tarifas das empresas Edenor e Edesur serão publicadas nesta sexta-feira em outro reajuste associado ao preço majoritário da energia entretanto em março subirá o preço para as revendedoras.

De acordo com os dados da Secretaria de Energia, as tarifas de Edenor e Edesur subirão a partir da sexta-feira 26% média simples, nos termos oficiais, reflete o portal Âmbito Financeiro.

Entre as faturas de boletas, algumas bem caras, e os blecautes em vários pontos que têm afetado mais de 100 mil usuários em Buenos Aires e seus arredores, mais o insuportável calor, o novo preço do serviço elétrico traz já a mais de um com o coração na boca.

Nas chamadas categorias R1, R2 e R3, que compreende os usuários residenciais e abarca 3,87 milhões de lares da capital Federal e o chamado Grande Buenos Aires, o aumento será de 30 a 32 por cento.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas