Crise na França se arrasta com diversas manifestações pelo país

macron

Da redação – Neste final de semana, manifestações com centenas de milhares de pessoas ocorreram na França. No sábado, acabou reunindo 280 mil pessoas.

Trata-se da consequência da impopularidade e crise do governo de Emmanuel Macron, que tem adotado um política de profundo ataques aos trabalhadores.

Os manifestantes fecharam rodovias e dezenas de depósitos de petróleo.

As mobilizações estão sendo levadas adiante pelos “gilets jaunes” (camisas amarelas, em francês), uma organização sem cunho partidário. Não se sabe de que se trata, se é uma manobra da burguesia ou uma manifestação legítima do povo. Porém, fica claro a crise gigantesca do governo Macro, que não se sustenta mais.