Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
brext (1)
|

Da redação – A polícia metropolitana de Londres, informou nesta quarta-feira (7) que está formando uma rede de segurança interna para assegurar o combate contra a “delinquência”, frente a possibilidade de que Reino Unido abandone a União Europeia (UE) sem um acordo. Porém, deve ser destacado que os tais “delinquentes”, são os trabalhadores que irão se mobilizar contra a crise regime que sempre acaba esmagando as condições de vida da classe operária.

O Ministério do Interior aprovou o financiamento no custo de 2,4 milhões de libras esterlinas, equivalentes a aproximadamente 2,7 milhões de euros, como mostrou o jornal The Guardian, citando os números da própria Scotland Yard.

É uma crise imensa do Brexit, onde o Reino Unido prepara a maior repressão policial caso saia da União Europeia, devido às negociações para sair da UE, refletindo a crise geral do regime capitalista no país e no mundo.

Outro reflexo da crise geral do regime (político, econômico e social) é o crescimento do movimento operário, expresso pela ascensão da ala esquerda do Partido Trabalhista com a grande possibilidade do líder do partido, Jeremy Corbyn, se tornar primeiro-ministro. O Estado britânico já prepara uma repressão para um possível movimento das massas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas