Crise do Brexit: Reino Unido prepara maior repressão policial caso saia da União Europeia

brext (1)

Da redação – A polícia metropolitana de Londres, informou nesta quarta-feira (7) que está formando uma rede de segurança interna para assegurar o combate contra a “delinquência”, frente a possibilidade de que Reino Unido abandone a União Europeia (UE) sem um acordo. Porém, deve ser destacado que os tais “delinquentes”, são os trabalhadores que irão se mobilizar contra a crise regime que sempre acaba esmagando as condições de vida da classe operária.

O Ministério do Interior aprovou o financiamento no custo de 2,4 milhões de libras esterlinas, equivalentes a aproximadamente 2,7 milhões de euros, como mostrou o jornal The Guardian, citando os números da própria Scotland Yard.

É uma crise imensa do Brexit, onde o Reino Unido prepara a maior repressão policial caso saia da União Europeia, devido às negociações para sair da UE, refletindo a crise geral do regime capitalista no país e no mundo.

Outro reflexo da crise geral do regime (político, econômico e social) é o crescimento do movimento operário, expresso pela ascensão da ala esquerda do Partido Trabalhista com a grande possibilidade do líder do partido, Jeremy Corbyn, se tornar primeiro-ministro. O Estado britânico já prepara uma repressão para um possível movimento das massas.