Contra fatos não há argumentos
O golpe de estado tentou usar a pandemia como cortina de fumaça para esconder que a burguesia é quem destruiu a economia pela ganância pelo lucro.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
49208908866_9597ac4864_c (1)
À esquerda, o golpista Paulo Guedes | Foto: Ministério da Economia

Matéria da Folha de S. Paulo destaca que a economia brasileira foi o desastre mais ou menos esperado no segundo trimestre. E agora se descobriu que ela já dava sinais de queda antes da pandemia, e assim mesmo o Guedes anunciava que iria crescer 1%.

Traz os dados do IBGE revistos para o primeiro trimestre de 2020 (janeiro a março), antes da pandemia. Era 1,5% e agora são 2,5% de queda do PIB, pior ainda.

Dizem que agora o Guedes fala em retomada em “V”, ou seja, vai recuperar rapidamente a partir do fundo do poço. Mas que na prática não é o esperado da recuperação.

Comparam a queda do PIB do Brasil com a do resto do mundo, onde se encontram as maiores economias do planeta, 9,7% do Brasil, contra 9,8% da Europa “e 31,7% nos EUA”. Dizem que não foi pior graças aos gastos do governo, as exportações que se mantiveram estáveis e as importações que diminuíram.

Para conter a pandemia, dizia Guedes, seriam necessários uns 5 bilhões de reais e as expectativas são de gastos de mais de meio trilhão extras até dezembro. Propunha auxílio emergencial de 200 reais e saiu por 600 reais.

Dizem ainda que o terceiro trimestre está sendo melhor apesar de estarmos ainda no fundo do poço. Apontam os problemas sérios para a recuperação com sendo: 1. a redução do valor do auxílio emergencial caindo para 300 reais. Vai reduzir o consumo e a economia terá que criar renda adicional para compensar. 2. O setor de serviços está muito ruim e deverá continuar assim por mais tempo por conta da pandemia. 3. Os investimentos públicos e privados já estavam muito baixos antes da epidemia e agora a economia está bastante fragilizada e os investimentos públicos ainda mais reduzidos.

O PIB de Serviços e Transportes apresentaram queda de quase 20%, sendo que representam quase 30% da economia e somados ao Comércio chegam a pouco mais de 40% do PIB. Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Concluem dizendo que o Guedes vê a luz dos astros antes que nós, provável que vê coisas onde elas não existam.

Estaria a imprensa golpista divergindo do Guedes só agora? E por quê? Os dados do IBGE estão disponíveis para consulta por todos. E eles próprios já indicavam a desaceleração da economia desde muito antes da pandemia, em 2018, conforme dados do IBGE. E ainda não esqueçamos da crise iniciada em 2008 com a queda da bolsa nos EUA.

Fica assim demonstrado, com os dados da própria burguesia, que a economia nacional já vinha sendo dilapidada desde o golpe de estado, com redução dos gastos do governo com políticas sociais, acabando com a previdência, a saúde, as escolas,os direitos trabalhistas e a entrega do pré-sal e da Petrobras às empresas estrangeiras. O mensalão foi o responsável pela destruição das grandes empresas de construção civil, frigoríficos e mesmo a Petrobras.

Tudo fazendo parte da mesma estratégia, entregar o patrimônio do povo brasileiro ao capital estrangeiro imperialista e monopolista em sua sede de aumentar ainda mais o lucro.

A pandemia apenas acelerou o estouro da segunda bolha financeira, que levou de vez o sistema capitalista à UTI, e até agora sem previsão de alta. E o pior é que os especialistas já anunciam nova bolha financeira.

Mas ainda há um dado a ser considerado na matéria, citam que a economia vai ter que gerar renda extra para compensar a redução do auxílio emergencial dos atuais 600 reais para 300 reais. Seria isso uma crítica, ou uma dica para o governo? Só o tempo dirá.

Ainda, não podemos crer que a imprensa golpista seja independente. Pois apoiaram o golpe e são co-responsáveis pelo atual governo. Agora querem se disfarçar de isentas ou crítica do governo, quando sabemos que estão advogando benefícios para si própria. 

Se ela já apoiou dois golpes de Estado, o de 1964 e o de 2016, agora que já foram concretizados querem dar a entender que estão pulando fora do barco. O povo não se engana com essas conversas de botequim não.

É por essas e outras que a saída, pelo lado dos trabalhadores e pobres, é de se reunir em conselhos de bairro, escolas e de empresas e elaborar uma pauta de ação para poder sobreviver em meio a essa pandemia e à crise econômica. E que dá sinais de demorar ainda muito tempo para acabarem. Trata-se de lutar pela sobrevivência, unidos somos fortes, mais que a burguesia genocida e contra o povo, e as armas do exército.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas