Criar comitês de luta contra o golpe e pela liberdade de Lula nos Correios

greve nos correios 4

Segundo o golpista e fascista Jair Bolsonaro, a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) será uma das primeiras estatais brasileira a ser vendida por seu governo golpista.

Bolsonaro que já falou em até extinguir os Correios, ganhou a eleição fraudada de 2018 para dar continuidade a política entreguista dos golpistas que derrubaram o governo do PT em 2016 e prenderam Lula, sem provas, em um processo farsesco para impedir que ele fosse candidato a presidente da República.

Diante do perigo que se transformou o golpe e a eleição fraudada de Bolsonaro para os trabalhadores dos Correios, a única saída para a categoria ecetista é a organização da luta contra o golpe, que precisa começar através da formação de comitês de luta contra o golpe por sindicato, Estado, municipio, e até unidade de trabalho.

Os trabalhadores dos Correios que querem lutar, precisam convocar reuniões entre os colegas e formarem comitês de luta contra o golpe, para organizar, debates, panfletagem, colagem de cartazes e participação em atos e manifestações contra os golpistas.

Já existem comitês em vários locais do país, que inclusive estão preparando a 2° Conferência Nacional Aberta de Luta contra o Golpe, que ocorrerá nos dias 08 e 09 de dezembro na cidade de São Paulo.

É necessário que os comitês se proliferem pelo país de forma geometrica, a fim de impulsinar no Brasil a mobilização operária em torno de uma greve geral por tempo indeterminado, contra os golpistas e pela liberade de Lula.