Menu da Rede

Enquanto EUA e Europa se imunizam, África vacina apenas 1,6%

200 Colegios militares em PR

Criação de escolas militares deve ser combatida pelos estudantes

A decisão foi aprovada praticamente unanimemente, com 45 votos a 6. A gestão desses colégios militares seria necessariamente compartilhada entre militares e civis.

Colegio Militar do Paraná. – Foto: Valterci Santos

Nesta terça-feira (22), a assembleia legislativa aprovou em primeiro turno o projeto do governo que autoriza a construção de 200 colégios militares no estado do Paraná. A decisão foi aprovada praticamente unanimemente, com 45 votos a 6. A gestão desses colégios militares seria necessariamente compartilhada entre militares e civis, e irá ocorrer do sexto ao nono ano do ensino fundamental e no ensino médio.

O projeto ainda proclama que a implantação desse “modelo” militar de escola será de livre escolha da comunidade escolar de cada cidade que possuir mais de 10 mil cidadãos por meio da consulta  pública. Isso quer dizer que em cidades com menos de 10 mil cidadãos, a comunidade escolar local não terá possibilidade de escolher, sendo reservado esse direito as entidades governamentais.

É importante que fiquemos atento para o problema em mãos: A previsão de construção destas 200 escolas militares no estado do Paraná, em alguns lugares supostamente aceita por “livre e espontânea” vontade, em outros simplesmente forçados, representa um avanço da extrema-direita militar sobre a educação publica.

Vemos uma compreensão dessa questão pela oposição vocal ao projeto. Foi afirmado que esse projeto é inconstitucional, que é “uma proposta discricionária, pois não esclarece os métodos de escolha dos municípios que irão sediar essas escolas, bem como o método de escolha dos profissionais da reserva que irão atuar nessas instituições”, como ressaltou o deputado Tadeu Veneri (PT).

O avanço da extrema direita sobre a educação publica não é nada novo, por outro lado o que esse projeto esclarece é que os setores militares do governo tem capacidade e se sentem confortáveis para realizar esse tipo de ataque violento aos estudantes e a já sucateada educação publica brasileira, mesmo que algum tipo de repercussão seja esperada.

Essa decisão acerca dos 200 colégios militares representa, como todo avanço da extrema-direita na educação, uma grave ameaça aos estudantes e professores. A questão central do colégio militar é o caráter ditatorial da escola, do regime dos militares sobre o corpo de professores, que são selecionados baseados em sua afinidade com a ideologia barata da direita militar, e a completa falta de voz dos estudantes perante esta instituição, que ridiculamente se intitula como o melhor centro de educação que a educação publica pode oferecer uma grande piada.

A situação também é de vida ou morte, pois os Colégios Militares já demonstraram sua capacidade de agirem independentemente das vontades das comunidades e dos governos locais até, como no caso das escolas militares do sudeste que abriram para aulas presenciais em plena pandemia. É necessário que os secundaristas se mobilizem contra o avanço do fascismo no espaço escolar. A mobilização se demonstra ser a saída mais direta para os estudantes afetados.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.