Cria de 1964: Globo não é apenas golpista, é o próprio golpe

Confundindo a cabeça do povo brasileiro desde sempre, é importante lembrar, especialmente em tempos de golpe, que a Globo, e todos os seus veículos, sempre atuam para favorecer a direita imperialista.

Toda a organização da Globo se levantou com financiamentos “amigos” depois do golpe de 1964. A imprensa inclusive serviu um papel central no golpe e na ditadura militar que se seguiu, desinformando, manipulando fatos, inventando ocorridos e omitindo situações. Após anos de torturas, mortes, estupros, e a queda dos generais, a organização ainda demorou mais de 10 anos para “pedir desculpas” pelo apoio.

É óbvio que tudo não passou do um cinismo inacreditável, já que a Globo segue sendo a principal voz da direita imperialista no país. Toda a agenda de assuntos tratados, seja pela TV, jornal, rádio, internet, etc, são em concordância com a ala dominante do imperialismo. É por isso que a Globo foi a principal expoente do golpe de Estado.

Em qualquer movimentação política, ou campanha de opinião, que seja apoiada, ou até mesmo encabeçada pela Globo, como foi o caso dos “coxinhatos” na época do impeachment, é preciso ficar atento e perceber que ali estão representados os interesses diretos da direita golpista.

Justamente por isso, não podemos acreditar em um suposto papel “democrático” da Globo. Eles são o golpe, por mais que depois de 20 anos de torturas eles peçam desculpas. Desde 1964, até 2016, eles não têm nenhum tipo de remorso ao fazer valer sua política sanguinária de rapinagem do patrimônio nacional e perseguição aos trabalhadores.