Conferência Nacional do PCO
Os debates mostraram a importância de um partido militante, que esteja disposto a levar até as últimas consequências a luta contra Bolsonaro e todos os golpistas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Informe político - Rui
Delegados assistem ao informe político. | Arquivo DCO.

O PCO realizou sua 30 Conferência Nacional nesses dias 15 e 16 de agosto. Delegados e observadores de todas as regiões do País e de outros países participaram da atividade que debateu e aprovou um programa de luta que será apresentado para as eleições municipais deste ano.

Como deve ser um partido operário e revolucionário, foram dois dias de discussões e debates democráticos.

Mesmo com a pandemia, o que obrigou a direção partidária a reduzir a proporção de delegados presentes, a participação foi muito ampla, com companheiros representando as organizações partidárias de todas as regiões do País.

É uma expressão muito nítida do crescimento do PCO no último período. A política correta do PCO na campanha da luta contra o golpe, a luta contra o governo Bolsonaro e todos os golpistas colocaram o partido como a principal força política do País.

Tal política está se materializando em crescimento. Não um crescimento qualquer. Ele está baseado nos princípios de um partido revolucionário e marxista, ou seja, o crescimento de sua militância, de companheiros ativos que estão dispostos a dedicarem seus esforços à construção do partido e a organização do movimento operário.

As eleições municipais devem ser, conforme discutido na conferência, a continuidade dessa luta contra Bolsonaro e os golpistas e pela construção do PCO.

Para o PCO as eleições não são um momento de fazer demagogia como faz a burguesia e a esquerda pequeno-burguesa, mas de chamar o povo a se mobiliar. A participação do PCO nas eleições será também um momento de denúncia da própria fraude eleitoral, cada vez pior. Um sistema antidemocrático, cujo função é retirar a participação popular.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas