Craque muçulmano egípcio pode deixar Liverpool se o time contratar israelense para o elenco em 2019

mohamed-salah

Notícias veiculadas por jornais israelenses dão conta de uma provável saída do atacante Mohamed Salah, que atua pelo Liverpool, tradicional time da Inglaterra, que disputa a Premier League, uma das mais importantes da Europa.

Salah é o principal atacante do time, conhecido como Reds, tendo se destacado como artilheiro e também assistente em vários gols marcados pela equipe. Neste mesmo time atuam ao lado do atacante egípcio os brasileiros Alisson (goleiro) e o atacante Roberto Firmino, que disputaram a última Copa do Mundo pelo selecionado nacional.

A suposta saída de Mohamed Salah do time inglês teria como motivação principal a chegada aos Reds do jogador israelense Moanes Dabour, que atualmente defende o time austríaco do Red Bull Salzburg. Dabour vem tendo atuação destacada em sua atual equipe, o que vem despertando o interesse dos ingleses em sua contratação.

De acordo com a imprensa que vem dando cobertura ao caso, “a atitude de Salah seria em apoio à comunidade árabe, já que muitos países possuem problemas diplomáticos com Israel, enquanto outros sequer reconhecem a existência do país” (ESPN, 26/12).

Mohamed Salah é egípcio, adepto e praticante do islamismo, a religião predominante nos países árabes. Os muçulmanos e os povos árabes em seu conjunto se opõem e repudiam a presença do Estado de Israel no Oriente Médio, em função das bárbaras e criminosas atrocidades que o estado sionista perpetra contra as nações e os povos árabes, particularmente nos territórios ocupados ilegalmente por Israel, onde a presença do exército judeu massacra cotidianamente a população palestina.