trabalhadoras desamparadas
Economia é reaberta mas creches não. Mesmo sem ter com quem deixar os filhos as mulheres trabalhadoras são obrigadas a retornar ao trabalho para não perderem seu sustento.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
edivania-ferreira-da-silva-32-que-esta-em-busca-de-creche-para-as-filhas-1561769466024_v2_1920x1271
Trabalhadora sem creche para os filhos | Foto: Beto Macário

Bruno Covas (PSDB), prefeito da cidade de São Paulo afirmou hoje (11) em entrevista que as creches serão um dos últimos setores a serem retomados pela flexibilização do isolamento social na cidade. Segundo ele a reabertura das creches dependerá dos resultados da reabertura de outros setores.

Na mesma entrevista Covas diz que “não tem sentido é esperar a pandemia acabar para depois falar em reabertura [da economia]”. Ou seja, para a gestão direitista do PSDB em São Paulo a economia pode ser reaberta mesmo que os casos de coronavírus e mortes por coronavírus só venham aumentando na capital e em todo o Estado. Isto implica em jogar a classe trabalhadora no olho do furacão para ser contaminada e morrer pela doença que nunca foi combatida pelo prefeito.

Por outro lado ao mesmo tempo em que orquestra a retomada da economia, a direita não leva em consideração as necessidades dos trabalhadores. Como afirmou Covas as creches não serão reabertas tão cedo, o que tem consequências principalmente para as mulheres trabalhadoras que vão ser obrigadas a retornar ao trabalho para não perderem seus empregos e seu sustento, mas não terão onde deixar os filhos, situação esta que já vem acontecendo para muitas trabalhadoras mesmo durante o suposto isolamento social do qual foram excluídas desde o início.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas