Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
pedro2
|

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) entrou na Justiça contra o ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente, por improbidade administrativa. A ação aponta conflito de interesses por parte de Parente, uma vez que ele era sócio do presidente do banco J.P, ao qual a Petrobras pagou US$ 600 milhões (aproximadamente R$ 2,2 bilhões), em maio, uma quitação muito antecipada da dívida que venceria apenas em 2022. Assim, a Ação Civil contra parente pede também a anulação desse pagamento bilionário da estatal.

Segundo a FUP, “A antecipação de valores cujo vencimento ocorreria apenas em cinco anos não se justifica sob a ótica da eficiência – aqui, convém frisar os resultados negativos que a Petrobras vem apresentando nos últimos anos”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas