Contratos se tornaram segredo
A burguesia e seus governos usam as crises para se locupletar e com o coronavírus não será diferente.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
witzel
Witzel segura metralhadora para foto, se não fosse conhecido, pareceria um chefe de tráfico. |

No mesmo ritmo que diariamente centenas e até milhares de novos casos de contaminação pelo coronavírus explodem no Estado do Rio de Janeiro – a maior parte, como em todo o País, não computados nas estatísticas oficiais – cresce também as suspeitas de corrupção para com os agentes do Estado e empresas capitalistas.

Diante do avanço da epidemia, os gastos dos governos supostamente para atender a população não precisam mais passar por processo licitatório. Isso significa que o governo pode contratar serviços e fazer compras, com a condição que os contratos sejam declarados publicamente.

Valendo-se da lei, o governo do fascista Witzel já contratou quase R$ 1 bilhão sem licitação e os contratos, inicialmente divulgados, como um passe de mágica, desapareceram.

Denúncias surgidas do interior do próprio governo dão conta que em apenas um contrato, no valor de R$ 835 milhões, a empresa contratada para erguer e gerir hospitais de campanha – o Iabas – tem um histórico absolutamente comprometedor.

No caso mais grave, a empresa que era responsável pela gestão de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), teve seu contrato suspenso pela prefeitura do Rio de Janeiro, em 2019, por diversas irregularidades, desde a contratação de um menor número de profissionais do que estava estabelecido em contrato, sonegação de verbas trabalhistas, contratos superfaturados, entre outros crimes.

A mesma empresa, agora em São Paulo, chegou a ser responsável pela a administração de duas UBS (Unidade Básica de Saúde), na região central da cidade, sendo que uma sequer chegou a entrar em funcionamento e a outra não tinha capacidade para atender a demanda, conforme estabelecido no contrato.

A empresa teve ainda um dos seus ex-administradores preso por peculato, que é o desvio de dinheiro público.

Com esse histórico invejável, dar para perceber nas mãos de quem o governo Witzel está colocando para dar conta da mais grave epidemia da história do País e que tem justamente o Estado do Rio de Janeiro, como um dos maiores focos.

O conluio entre governantes e empresas capitalistas é uma constante no que diz respeito ao desvio de verbas públicas. O caso do Rio de Janeiro não é simplesmente devido à inexistência de licitação. Essa prática é absolutamente comum, também quando há licitação. É de amplo conhecimento as verdadeiras orgias feitas com dinheiro público entre governos e o cartel de empreiteiras nas grandes obras no País como construções de rodovias e metrôs.

O Rio de Janeiro é o espelho do Brasil no que diz respeito às condições da esmagadora maioria da população para enfrentar a pandemia. A política de Witzel é a demagogia com a população e apenas isso. Nem poderia ser diferente, afinal trata-se da mesma pessoa que alguns meses atrás fazia a população das periferias do Estado de refém atirando dentro de um helicóptero, ou ainda, o mesmo que vibrou entusiasticamente quando a polícia assassinou um suposto sequestrador que havia soltado todas as vítimas e havia se entregado.

As comunidades pobres do Rio de Janeiro precisam se organizar para fazer frente ao genocídio que se avizinha. É uma questão fundamental a organização de conselhos populares aos milhares no Rio de Janeiro, como uma condição para impor pela sua mobilização e força o atendimento das reivindicações populares para o enfrentamento da epidemia.

A iniciativa pode e deve partir das comunidades, mas é de uma importância crucial que as organizações que se reivindicam populares e dos trabalhadores se engajem nesse movimento.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas