Correios terceirizará a entrega de encomendas através de Uber

uber

O processo de destruição da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) maior empresa de Correios da América Latina não para.

A direção golpista da ECT, agora sob a liderança de um general, anunciou mais um ataque contra os trabalhadores dos Correios e a população usuária do serviço, que é a entrega  de encomendas através do aplicativo UBER, ou seja, através de um sistema de entrega totalmente terceirizado.

O cliente não mais vai receber sua encomenda postal através dos carros identificados pelos correios e seus funcionários, a entrega poderá ser feita por qualquer motorista que possua o sistema de Uber, com carro, moto e até bicicleta.

É o começo da destruição total do serviço de entrega de correspondência pela empresa. Esse “serviço” era para começar agora no final de ano (2018), mas como havia algumas burocracias que a empresa não conseguiu resolver a tempo, a destruição do serviço de entrega de encomendas pelos Correios se dará no início do ano que vem.

Contra mais esse ataque os trabalhadores dos Correios precisam se organizar, denunciar a destruição do serviço postal nos Correios para favorecer grandes empresas internacionais de entrega de encomendas, como Fedex, UPES DHL etc.

Além disso é fundamental organizar comitês de luta contra o golpe dentro das unidades dos Correios, levantando a palavra de ordem: Fora Bolsonaro e todos os golpistas! E Liberdade para Lula! Sem derrubar o golpe, a privatização dos Correios e por consequência a extinção da empresa pública anda a passos largos.