Correios de Itabuna em Greve
Desde esta última quinta-feira dia 25 de junho, os trabalhadores do CDD Itabuna estão em greve, a paralisação é para reivindicar melhores condições sanitárias no trabalho
cdd itabuna (1)
Trabalhadores no segundo dia de greve, CDD Itabuna | Foto: Reprodução

Desde esta última quinta-feira dia 25 de junho, os trabalhadores do Centro de Distribuição Domiciliar (CDD) Itabuna estão em greve. A paralisação é para reivindicar melhores condições sanitárias no trabalho, garantindo assim a manutenção da saúde dos funcionários e suas famílias e dos clientes. O CDD Itabuna fica localizado na cidade de Itabuna, município no interior da Bahia com aproximadamente 200 mil habitantes.

 Uma semana após ser diagnosticado com covid-19, o trabalhador  continuar laborando em seu setor, sem afastamento de suas atividades, pondo em riscos os demais trabalhadores e os clientes. O cenário montado pela direção da empresa tornar o trabalhador infectado um possível vetor da pandemia, tanto aos demais trabalhadores no ambiente de trabalho como aos clientes que recebem correspondências e encomendas  provenientes do CDD Itabuna.

Mesmo após confirmação do diagnóstico o setor médico da empresa defende que não há necessidade de afastamento do trabalhador infectado, mantendo o mesmo no setor de trabalho, expondo a um risco desnecessário os demais funcionários e suas famílias. A empresa negasse a tomar precauções sanitárias básicas ignorando totalmente a crise sanitária de covid-19, força seus funcionários a trabalhar totalmente desprotegidos.

A paralisação tem uma lista curta de reivindicações, mas essencial a manutenção da saúde de todos que tem contato com a unidade CDD Itabuna. As reivindicações são as seguintes:

 

  • Afastamentos dos trabalhadores infectados, que os trabalhadores infectados de covid-19 possam se afastar das atividades para convalescer e assim preservar sua integridade física 
  • Higienização das instalações do CDD Itabuna, que todos os ambientes das instalações do CDD Itabuna sejam devidamente higienizadas para livrar o ambiente do novo vírus corona
  • Testagem de todos os funcionários, que seja realizada testagem imediata de todos os funcionários e que se repita a testagem após um período para localizar falsos negativos.
  • Que a empresa tome medidas sanitárias preventivas em relação a pandemia de covid-19.

 

Esse evento demonstrar qual tendo sido a política geral da burguesia nessa crise sanitária causada pela pandemia de covid-19, que pode ser resumida em fique em casa para a classe média e trabalhe até morrer para a classe operária. Essa orientação política dos capitalistas já custou dezenas de milhares de vidas de trabalhadores e deverá custar ainda mais, apenas a mobilização e organização do trabalhadores poderá barrar esse genocídio, lembremos da máxima “se podemos trabalhar, podemos nos manifestar”.

Relacionadas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments