Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Venezuelan opposition leader Leopoldo Lopez is seen outside Generalisimo Francisco de Miranda Airbase
|

Da redação – A aventura golpista da direita venezuelana de hoje (30) está terminando de forma melancólica. O Putsch comandado por Juan Guaidó, o presidente autoproclamado e sem votos reconhecido por Trump, passou muito longe de levar os capachos do imperialismo ao poder. Mas pode ter um saldo positivo para a direita golpista, ao final. Leopoldo López, que estava em prisão domiciliar, aproveitou a empreitada para escapar da pena. Responsável por ataques a prédios públicos e pela morte de 43 pessoas, o terrorista de extrema-direita foi solto hoje pelos militares golpistas e aproveitou para fugir para a embaixada do Chile.

Essa oportunidade que Leopoldo López teve para escapar de sua sentença deve-se à política frouxa dos chavistas com relação à direita golpista. Guaidó sequer estava preso até hoje, apesar de conspirar contra o país com a ajuda de estrangeiros, e López estava preso em casa, o que facilitou sua fuga. Essa política conciliadora de Nicolás Maduro, que cede à pressão dos países que estão roubando os bens da Venezuela e impondo um cerco econômico ao país, só tem servido para ajudar a direita golpista a agir. É possível que depois da tentativa golpista de hoje essa atitude do governo venezuelano mude. A Venezuela é neste momento um bastião da soberania latino-americana diante do assédio imperialista norte-americano e o destino do país afeta a luta dos trabalhadores em todo o continente. Abaixo o golpe na Venezuela!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas