Vírus nos dejetos
Estudo feito pela Fiocruz mostra o quão espalhado está o vírus.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
coronavírus microscópio
Coronavírus no microscópio eletrônico. FOTO DE NATIONAL INSTITUTE OF ALLERGY AND INFECTIOUS DISEASES |

Da redação – A Federação Oswaldo Cruz (Fiocruz) descobriu, através de estudos com os dejetos em Niterói (RJ), presença do coronavírus no esgoto. O estudo foi feito em parceria com a prefeitura e só foi possível porque é uma das poucas cidades do país que possui um saneamento básico adequado e trata mais de 90% de seus afluentes.

Não há indícios decisivos de que a doença pode ser transmitida via esgoto, já que o vírus é adquirido pelas vias respiratórias e não se sabe se ele sobrevive nas condições da água do esgoto. Porém, a presença do vírus nesse meio é um indício do quão espalhado a covid-19 pode estar nas cidades.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas