Estado omisso
Números levantados por entidade indigenista é muito superior às estatísticas oficiais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
índios
Povo indígena na Bahia. | Foto: Reprodução

Segundo boletim divulgado no domingo (31) pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde, foram confirmados mais três casos de coronavírus e outros 11 estão sob suspeita nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) de Alagoas e Sergipe.

Em todo o Brasil, já há 51 mortes por coronavírus confirmadas entre indígenas. No entanto, segundo a Articulação de Povos Indígenas do Brasil (Apib), esse número já chegou a 178 vítimas. Em Alagoas, a Apib tem denunciado que um índio da etnia Kariri Xocó e que morava na aldeia Kariri Xocó não foi contabilizado nas estatísticas oficiais da epidemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas