Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
kim-jong-un-e-donald-trump
|

Pyongyang, Prensa Latina A República Popular Democrática da Coreia (RPDC) declarou ontem que a desnuclearização de um único lado é um delírio dos Estados Unidos, e reafirmou que não eliminará suas armas nucleares por pressões ou ameaças de Washington.

Esta contundente mensagem foi emitida através de um comunicado oficial de repúdio à insistência, coações e chantagens da Casa Branca para que o líder da RPDC, Kim Jong Un, claudique e desnuclearize seu país, sem que os EUA façam o mesmo com seus ativos militares na Coreia do Sul.

A divulgação desse comunicado ocorre quando funcionários da Coreia do Sul e Estados Unidos iniciaram nesta quinta-feira em Seul dois dias de conversas dedicadas, precisamente, a tratar o tema da desnuclearização na península coreana.

Esta resposta da RPDC também ocorre no contexto de uma crescente preocupação internacional pela inércia em que se encontram os diálogos entre o líder da RPDC, Kim Jong Un e o governante estadunidense Donald Trump, apesar dos compromissos assumidos por Washington no dia 12 de junho em Singapura.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas