Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
|

Até mesmo antes de começar a Copa do Mundo, o imperialismo já havia lançado uma campanha de boicote ao evento, justamente por ele ocorrer no território de um de seus rivais mais poderosos: a Rússia.

A Inglaterra, principalmente, encabeçou o boicote, retirando diplomatas da Rússia. De começo, as acusações eram acerca de um suposto ex-espião russo que teria sofrido um atentado em Londres. Após o caso “morrer” na mídia burguesa, levantou-se o problema de que a população russa seria racista, xenofóbica e homofóbica, e isso seria um problema durante a Copa.

Foram preparadas cartilhas e torcedores do mundo inteiro foram bombardeados com uma campanha para se “tomar cuidado” na Rússia.

O mais irônico dessa situação é que, até agora, foram justamente os ingleses que foram flagrados em ações racistas. Um grupo de torcedores foi filmado, na cidade de Volgogrado, fazendo saudações nazistas e cantando músicas anti-semitas.

Mas a ignorância não se restringe só aos já conhecidos hooligans ingleses. Alan Sugar, um lorde, bilionário e apresentador da BBC, publicou um tuíte racista, comparando os jogadores da seleção de Senegal com vendedores ambulantes em praias turísticas. Apesar do racismo debochado, o lorde não sofreu nenhum tipo de punição.

Ou seja, as evidências apontam claramente que quem tem um problema com o racismo não é a Rússia, que inclusive está recebendo muito bem turistas do mundo inteiro, com elogios até mesmo da imprensa burguesa, mas sim a Inglaterra, que até hoje conserva sua mentalidade imperialista e colonizadora.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas