Siga o DCO nas redes sociais

Controle ideológico: governo quer que Ancine produza filmes religiosos
15635615825d320e6e7eb1d_1563561582_3x2_rt
Controle ideológico: governo quer que Ancine produza filmes religiosos
15635615825d320e6e7eb1d_1563561582_3x2_rt

O porta-voz do governo Bolsonaro, Rêgo Barros, declarou que “é muito importante que o produto da Ancine esteja alinhado com o sentimento da maioria da sociedade. Um sentimento de dever, de cultura adequada, um sentimento cristão”.

Dificilmente a declaração poderia ser mais autoritária e demagógica. Como se um general do governo Bolsonaro tivesse qualquer “sentimento cristão”. Sem oposição à altura, o regime ditatorial avança. Os elementos fascistas do governo se sentem à vontade para fazer o que bem entendem. A declaração foi feita ao responder a Wilson Witzel sobre manter a agência de fomento ao cinema no estado do RJ. Segundo Barros, ainda cogita-se mudar a sede da agência para Brasília.

Em Julho, Bolsonaro afirmou: “A cultura vem para Brasília e vai ter um filtro, sim, já que é um órgão federal. Se não puder ter filtro, nós extinguiremos a Ancine. Privatizaremos ou extinguiremos. Não pode dinheiro público ser utilizado para fins pornográficos”. Na sexta, 2 de Agosto, o presidente afirmou ser possível que ele reveja a extinção da Ancine. Ele ainda afirma que há produções audiovisuais que fazem “ativismo” com dinheiro público e critica o filme “Bruna Surfistinha” por ter recebido financiamento.

Não é possível permitir esse tipo de declaração estúpida sem uma resposta da esquerda. Vamos barrar o avanço do fascismo, pois ainda é tempo.

Fora Bolsonaro e todos os golpistas !