Fora fascistas!
Tanto em La Paz como em Cochabamba, o povo boliviano saiu hoje às ruas para enfrentar a direita golpista que se apossou do governo ilegalmente
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
EJROtjeWkAAFbMH (1)
População se concentra na Plaza San Francisco Luis. Foto: Freddy Morales/Telesur |

Da redação – Milhares de bolivianos estão neste momento ocupando a Plaza San Francisco Luis, no centro histórico de La Paz, pelo segundo dia consecutivo, em protesto contra o golpe militar da extrema-direita.

Segundo reportagem da rede Telesur, até o momento não houve repressão por parte das forças armadas e da polícia. Ontem, dois caças da aeronáutica sobrevoavam a manifestação, ameaçando com um banho de sangue os manifestantes.

Muitos dos presentes no ato levam consigo a Whipala, bandeira tradicional dos povos originários que foi oficializada quando da proclamação do caráter plurinacional da república boliviana, no governo Evo Morales, e que tem sido queimada aos montes pelos golpistas, comprovando como são fascistas os opositores a Morales.

Os manifestantes, em sua esmagadora maioria indígenas e provenientes do município, estão denunciando todo o racismo e o fascismo da polícia e dos milicianos que deram o golpe.

Dentro de algumas horas vencerá o prazo de 24 horas dado pela Central Operária Boliviana (COB) para os golpistas deixarem o poder, caso contrário a maior central sindical do país irá convocar uma greve geral por tempo indeterminado.

É justamente a mobilização de massas da população, radical e revolucionária, a única forma de derrotar o golpe e colocar a extrema-direita para correr, junto com o imperialismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas