Contra a privatização: formar comitês de luta contra o golpe nos correios!

correios-d020e1f447c0bca0da1234def06d0a18-1200x600

A Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos, ou simplesmente Correios, é uma das maiores e mais importantes empresas estatais do país. Cumpre papel estratégico na integração nacional bem como um serviço indispensável ao povo brasileiro. Esta empresa está sob ataque cerrado da burguesia golpista. Querem privatizá-la e destruir um dos serviços serviços importantes para um país soberano.

Os ataques são diversos e constantes, a imprensa capitalista anuncia que a diretoria dos Correios irá fechar neste ano 513 agência e demitir mais de 5 mil trabalhadores. Essa política agressiva contra os trabalhador e a empresa liga-se indissoluvelmente com o golpe de Estado, é  mesmo um dos objetivos do golpe.

A política neoliberal  dos golpista visa subordinar o país ao capital estrangeiro, um dos elementos fundamentais é a abertura do mercado brasileiro, o que significa a entrega ao capital privado dos setores produtivos, dos serviços e riquezas públicos. E um movimento duplo, de um lado é a transferência das riquezas nacionais aos capitalistas privados e de outro, criar uma maior subordinação e dependência do país dos imperialismo, que passa paulatinamente a controlar os setores fundamentais e estratégicos da economia nacional e por, conseguinte ditar a política da nação de acordo com seus interesses.

Nesse sentido a luta contra contra a privatização é a luta contra golpe, pela libertação do ex-presidente Lula e por sua candidatura e minha outra. Não se trata de uma luta isolada, apesar de ter suas particularidades, mas de uma luta geral contra uma política levada adiante pelos golpistas que controlam o Estado nacional.

É necessário atacar a raiz do problema. É a raiz encontra-se na política, pela destituição do governo golpista essa é  O único caminho para a vitória. A formação de comitês de luta contra o golpe em cada fábrica fábrica, em cada empresa, em cada bairro etc., é o meio necessário para derrotar os golpista. É necessário denunciar amplamente aos ataques aos Correios, patrimônio do povo brasileiros.

E necessário fundar comitês em cada agência para organizar a luta contra o golpe e em defesa das empresa e de todos os setores públicos.