Continua o massacre contra o povo negro e pobre do Rio: operação do BOPE mata dois no morro do Urubu

bope

No Rio de Janeiro, após o golpe de Estado, se aprofunda a política de extermínio da população negra das comunidades cariocas. Após uma operação na Maré, no ultimo dia 20 de junho, o qual matou o jovem Marcos Vinícius da Silva, de apenas 14 anos, e mais seis pessoas, neste sábado, 23, uma operação do Batalhão das Forcas Especiais, o BOPE, no morro do Urubu, assassinou mais duas pessoas.

Assim como na Operação da Maré, envolvendo, inclusive, blindados do Exercito, no caso da Maré a imprensa trata as mortes como resultado de um suposto confronto entre as forcas de repressão e os bandidos. Na realidade, não ha confronto algum quando o Estado esta armado ate os dentes, utilizando ate mesmo de helicópteros com armas, disparando contra o povo sem qualquer controle.

Trata-se do genocídio, agora em larga escala do povo pobre e negro. A intervenção militar, que foi justificada como um operação de combate a criminalidade, apenas aprofunda a violência contra a população. E a repressão do golpe que tem nas camadas mais pobres seus principais alvos.