Siga o DCO nas redes sociais

Morte em frigorífico
Construção de frigorífico deixa um morto em Iporã, no Paraná
abate de frango - 02-05-2019
Morte em frigorífico
Construção de frigorífico deixa um morto em Iporã, no Paraná
abate de frango - 02-05-2019

Na cidade de Iporã, região noroeste do estado do Paraná ocorreu mais uma morte de trabalhador.

Nsta região do Paraná há uma grande concentração de frigoríficos, sendo inclusive, por esse motivo, uma das regiões de índice elevado de acidentes e doenças do trabalho, perdendo somente para Curitiba.

Desta vez, o acidente, ocorrido no último dia 20 de agosto, que levou à morte do funcionário Adalto Alves Cardoso, 68 anos, e deixou o trabalhador Michael de Lima gravemente ferido, é de um frigorífico, um abatedouro de frangos ainda em construção.

Michael teve que passar por cirurgia e continuava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Casa de Saúde, em Umuarama.

Segundo informações repassadas por populares aos policiais, o acidente ocorreu após o encerramento do expediente. (Umuarama Ilustrado – 22/08/2019)

Mesmo antes de seu funcionamento, o frigorifico já está deixando nítido que a vida de um trabalhador não tem valor algum, ou seja, só após a tragédia ocorrer é que toma-se a decisão de verificar a situação da obra, do local etc., como está fazendo a Procuradoria do Trabalho de Umuarama, ao solicitar que um perito especializado em engenharia do trabalho vá até o local para averiguar a situação da obra. Um descaso total, ao qual a própria prefeitura tem responsabilidade conforme informações divulgadas pela Agência Estadual de Notícias. (Umuarama Ilustrado – 22/08/2019)

Essa situação, corriqueira nos frigoríficos, tenderá a aumentar exponencialmente, principalmente com a extinção das Normas regulamentadoras (NRs) o que está sendo realizado pelo governo ilegítimo do fascista Jair Bolsonaro.