Organizar os trabalhadores
Os conselhos populares estão se mostrando uma importante ferramenta de organização política e de solidariedade nos bairros pobres contra a crise
processed3
Alimentação de emergência servida no bairro em Blumenau - SC. Imagem: arquivo DCO. |

Nesse final de semana, o Partido da Causa Operária realizou mais um mutirão nacional em bairros populares de todo o país. Os militantes novamente foram às ruas levar uma proposta de organização e de reivindicações para enfrentar a crise e a pandemia de Covid-19.

A excelente recepção entre os moradores foi mais uma vez observada e novos conselhos populares foram criados e estão em processo de criação para as próximas semanas.

São uma importante ferramenta que já apresenta resultados na organização dos trabalhadores. Os integrantes dos conselhos mapearam as famílias dos bairros e suas necessidades e escreveram um manifesto com reivindicações baseadas no mapeamento e nas reuniões para serem entregues para as prefeituras.

Esses manifestos foram entregues para a população, visando mobilizá-las, e encaminhados para as prefeituras, onde em alguns casos se negaram a receber. Como resposta, foram organizadas manifestações, como na cidade de São Félix do Coribe – BA.

Também foi organizado um restaurante popular, atendendo à comunidade carente com o fornecimento de alimentos, atingindo 35 famílias, com um total de 120 pessoas auxiliadas pelo Conselho Popular do bairro Ribeirão Fresco, Blumenau – SC.

Em todos esses locais, estão sendo impressos boletins com informações importantes em cada comunidade e criando uma ferramenta de comunicação entre os trabalhadores.

São feitas ações de solidariedade e de organização política para exigir e enfrentar a direita e o abandono. Os conselhos devem ser uma medida de maior alcance do que as ações de solidariedade, porque o problema que decorrerá da crise é enorme e não vai dar conta, sendo necessária a luta política para que as ações sejam implantadas pelo Estado.

Essas iniciativas apontam precisamente para a política de formação de Conselhos Populares, que  nasce com o propósito de mobilizar os trabalhadores para reivindicar junto ao poder público os direitos da população. Os governos não agirão a não ser que haja uma pressão que os obrigue a fazê-lo. E por outro lado, todos os problemas que dependem da população, devem ser resolvidos imediatamente por ela, como garantir assistência médica e alimentação e impedir cortes de luz e água e aumento de preços.

Relacionadas