29ª Conferência do PCO visa organizar nova etapa da luta contra o golpe

rui bandeira pco

No próximo final de semana, dias 13 e 14 de outubro, poucos dias depois das eleições mais fraudadas das últimas décadas, o Partido da Causa Operária realizará sua 29ª Conferência Nacional, reunindo delegados e observadores de todas as regiões do País, com o objetivo de fazer um balanço da situação política e dos resultados das eleições, deliberar sobre a posição do Partido no segundo turno e, em especial, discutir os próximos passos da luta contra o golpe.

A Conferência do PCO será denominada com nome do companheiro Fernando Fagundes, do Rio de Janeiro, membro da direção nacional do PCO  falecido na última sexta-feira, depois de um AVC, ocorrido durante um debate em que participava como candidato a senador pelo Partido naquele Estado.

A atividade visa unificar e orientar a atividade da militância partidária, bem como apresentar uma perspectiva para amplas parcelas da esquerda que se agrupam junto com o Partido nos Comitês de Luta Contra o Golpe e em diversas frente s de intervenção nos movimentos de luta dos trabalhadores e da juventude, em um momento marcado por uma profunda dispersão da esquerda.

Não se trata apenas de ter uma posição imediata, frente às eleições marcada pela fraude desde a prisão e cassação da candidatura de Lula, mas de debater uma política para rearmar o movimento de luta contra o golpe, em especial, diante da possível vitória de Jair Bolsonaro e de uma nova derrota e retrocesso político da esquerda que busca chegar a um acordo com os golpistas.

A atividade é destinada aos militantes do Partido, mas companheiros que atuam na luta contra o golpe, que queiram  acompanhar, como observadores, pode entrar em contato com a secretaria de organização do PCO, para participar dos importantes debates a serem realizados.

Este Diário dará ampla cobertura ao evento e às suas deliberações.