Conferência Estadual Aberta de Luta Contra o Golpe é realizada em Porto Alegre

IMG-20181216-WA0033

No último domingo, dia 16 de dezembro, foi realizada em Porto Alegre a conferência Estadual Aberta de Luta Contra o Golpe. As conferências ocorreram em vários estados do país e reuniram centenas de pessoas dispostas a organizar a mobilização contra o Golpe de Estado no Brasil e deliberar a respeito dos próximos passos na luta pela libertação de Lula e de todos os presos políticos.

No Rio grande do Sul, a conferência estadual ocorreu em Porto Alegre, no espaço do Sindipetro. A conferência, que durou toda a tarde de domingo, contou com uma avaliação política da atual etapa do Golpe, um balanço da luta popular até o momento e a discussão de diferentes interpretações a repeito dos métodos e caminhos que a luta deve seguir para derrotar a direita golpista.

Além disso, a conferência também contou com a apresentação de propostas de mobilização que incluem a mobilização junto às torcidas organizadas dos clubes de futebol, a organização de palestras-debate, atividades de agitação nos bairros operários e nas fábricas e a retomada das atividades regulares e permanentes do Comitê de Luta contra o Golpe de Porto Alegre, que teve sua próxima reunião marcada para quinta-feira (20) as 18:00.

A conferência estadual também reafirmou a centralidade da luta pela liberdade de Lula e a necessidade de fazermos com que as chamadas “lutas parciais” (contra a reforma trabalhista, contra a reforma da previdência, etc.) se conectem com a luta mais ampla contra o avanço do Golpe no Brasil e contra o avanço da extrema-direita.

Também fica claro que o caminho para fazermos estas lutas avançarem é o fortalecimento e a ampliação dos comitês de Luta Contra o Golpe, que tem como objetivo reunir o conjunto do ativismo disposto a organizar uma resistência contra os golpistas para colocar nas ruas as reivindicações gerais da população. O caráter multipartidário dos comitês serve também para impulsionar a unidade das forças e organizações de esquerda entorno da Luta Contra o Golpe o que torna possível a criação de um movimento de massas cuja ação permanente e radicalizada pode colocar em xeque a ação dos golpistas no Brasil.