Completo descaso
Regiões afastadas da Amazônia, estão totalmente esquecidas em meio a maior crise sanitária, da história recente
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Pelos rios próximos à capital amazonense é comum encontrar pescadores nas portas das casas (Tomaz Silva/Agência Brasil)
Moradores abandonados à própria sorte | Foto: Reprodução

Através de uma carta aberta no dia 06 de maio, os comunitários da RESEX – Riozinho da Liberdade – denunciam o que tem sofrido, com o descaso no enfrentamento à Covid-19, por parte das autoridades. No relato, os moradores informam a situação das comunidades em meio à pandemia do novo coronavírus, como a falta de assistência para fiscalização e monitoramento da entrada de pessoas na reserva, falta de profissionais de saúde nas Unidades Básicas de Saúde e falta de recursos para transporte de doentes.

Dentro das reivindicações da comunidade, está a instalação de uma barreira sanitária de controle, conscientização, prevenção e promoção de saúde na ponte do Rio Liberdade, com o objetivo de fiscalizar a entrada de não-moradores, monitorar, informar e viabilizar possíveis encaminhamentos em caso de necessidade, bem como distribuir equipamentos de proteção como máscaras, luvas e álcool em gel. Segundo o boletim da Prefeitura de Cruzeiro do Sul (AC) existem 943 casos confirmados e doze mortes decorrentes de contaminação por Covid-19, no município.

Não é de hoje que estas regiões do país estão a um bom tempo esquecidas. A pandemia mundial provocada pelo novo coronavírus, só trouxe à luz, a forma como estas comunidades são tratadas. A situação destas comunidades é gravíssima, pois sequer uma alternativa de transporte viável para os enfermos existe, deixando muito claro que este povo está completamente abandonado, pois nem uma medida tão básica como esta, foi feita.

Além das reivindicações elencadas pela comunidade, a região também é carente de um local adequado para o tratamento dos infectados pelo vírus, mais medidas de isolamento adequada para os que apresentam sintomas, uma vez que as moradias desta população, não oferece alternativa de isolamento, para um possível infectado.
O descaso é total por falta das autoridades locais e principalmente, do Governo Federal, com os repasses de verbas vergonhosos aos estados e município da Federação.

Se for depender da competência e zelo pelo povo, por parte do nosso Jair Messias Bolsonaro, esta comunidade está totalmente perdida, pois o atual presidente da república transmite todos os sinais, de que não dá a mínima para o povo pobre, que precisa de sua ação de combate a este caos, pois o mesmo só está preocupado em andar de helicóptero e cavalgar, para se exibir diante dos acéfalos que o aplaudem, para que seu ego seja cada vez mais alimentado.

A única forma de combater este massacre que está ocorrendo com o povo pobre de toda as regiões do Brasil, é a formação de conselhos populares, para que as autoridades públicas sejam pressionadas a tomar providências, o que é sua obrigação. Também, que o povo se mobilize nas ruas, e levante a sua voz, para dar um basta neste governo direitista que já deixou notório que foi colocado no poder, para governar para os grandes especuladores capitalistas juntamente com a burguesia parasita, que detesta trabalhar, mas adora explorar quem trabalha.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas